Bolinhos e vinganças

Cinco da manhã as janelas acordam.
Milhares de olhos de gatos brilhando no escuro.
Minha janela não acorda, prefiro cachorros:
Tem um roncando na minha cama.
Ai meu Deus! Tem a call com o cara da China!
Mas ainda tem o cachorro na minha cama.
E a ressaca.
Escova os dentes, corre, trânsito, o chefe insuportável.
Só eu falo mandarim, por isso ele me engole.
Café no carro e um bolinho do Bob Esponja.
Gosto desses bolinhos cheios de açúcar e recheio delicioso-artificial.
O trânsito não anda.
Cinco minutos para a call.
Mando áudio para o chefe.
Só eu falo mandarim.
Buzina.
Um palavrão aqui, outro ali.
O motoboy do aplicativo quase arranca meu retrovisor.
Quem pede comida às 7h da manhã?
Alguém de ressaca que não gosta de bolinho do Bob Esponja.
Dez minutos atrasada.
CLT me salva!?
A call ainda não começou:
Só eu falo mandarim.
Cara feia do chefe insuportável.
Ressaca minha.
— Duì nu qǐ! (Desculpe em mandarim)
Completei na sequência, em mandarim:
— Meu chefe atrasou.
Só eu falo mandarim.
Vingancinhas corporativas…

Publicado por Perla Gomes

Autora da página poética no Instagram @virgule_se.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: